• Marcelo

Dragonfly: possível missão a Titã


Crédito do vídeo: JHU Applied Physics Laboratory

A NASA selecionará uma missão entre duas propostas finalistas: uma que traria uma amostra da superfície de um cometa ou a outra, que enviaria um tipo de drone ao maior satélite de Saturno, Titã.

O drone é integrante da Missão Dragonfly, proposta da John Hopkins Applied Physics Laboratory.

Algumas medições que a Dragonfly poderá fazer (informações do JHU):

Analisar amostras de material da superfície de Titã em um espectrômetro de massa. Com isso, poderá identificar os componentes químicos presentes e os processos que, eventualmente, possam produzir compostos biologicamente relevantes;

Medir a composição da superfície com um espectrômetro de raios gama ativado por nêutrons;

Monitorar as condições atmosféricas e da superfície, incluindo variações diurnas e espaciais, com sensores de meteorologia;

Caracterizar recursos geológicos por meio de geração de imagens;

Realizar estudos sísmicos para detectar atividade e estrutura sub-superficiais.

Medições durante o voo:

Perfis atmosféricos;

Imagens aéreas da geologia de superfície;

Contexto para medições de superfície e reconhecimento de sites de interesse.

Se for vencedora, a missão poderá ser lançada entre 2024 e 2025.

#Titã #Saturno #SistemaSolar #Dragonfly

5 visualizações

Salvador - Bahia - Brazil

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey

© 2016 por Marcelo. Orgulhosamente criado com Wix.com