• Marcelo

Sonda alemã MASCOT pousa no asteroide Ryugu


Do tamanho aproximado de uma caixa de sapatos, a sonda alemã MASCOT (Mobile Asteroid Surface Scout) estava acoplada à nave mãe Hayabusa2, na qual viajou mais de 300.000.000 km até o asteroide Ryugu. No último dia 03/10, foi ejetada em direção à superfície do asteroide para, com seus instrumentos e câmeras, coletar dados do objeto cósmico.

A MASCOT não possui painéis solares, e seu tempo de vida foi projetado para durar, no máximo, 16 horas de operação contínua, mas funcionou pouco mais de 17 horas. Neste período, dados coletados foram transmitidos para a Haybusa2 que os retransmitiu, então, para a Terra.

Apesar de ser semelhante a um cubo, a MASCOT possui um dispositivo interno que permite dar saltos e lentamente cair de volta à superfície, atraída pela fraca gravidade. Desse modo, pode explorar diferentes locais com seus instrumentos: uma câmera, um radiômetro, um espectrômetro e um magnetômetro.

Na imagem abaixo, feita pela MASCOT, é possível ver uma pequena sombra no canto superior direito: é da própria MASCOT na superfície acidentada de Ryugu.

Créditos das imagens: JAXA (Japan Aerospace Exploration Agency)/DLR (German Aerospace Center)

Para saber mais:

JAXA

DLR

#Ryugu #Hayabusa2 #MASCOT #JAXA

5 visualizações

Salvador - Bahia - Brazil

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey

© 2016 por Marcelo. Orgulhosamente criado com Wix.com