• Marcelo

O acelerador de luz síncrotron Sirius


O acelerador de partículas de luz síncrotron Sirius, localizado em Campinas/SP, está em fase final de construção, com previsão de ser inaugurado em 2019. A radiação síncrotron é produzida em dispositivos que aceleram elétrons a velocidades próximas à velocidade da luz (cerca de 300.000 km/s). Na entrevista para o canal de Alexandra Makowski, destaque para as informações do físico Antônio Roque da Silva, sobre a construção do acelerador:

  • A estrutura do prédio, cuja construção civil demandou cuidados com suas estabilidade para minimizar vibrações e para possuir estabilidade térmica;

  • O acelerador e sua rede de mais de mil imãs de alta precisão, para guiar e manter os elétrons estáveis em suas trajetórias nos dutos e no "anel de armazenamento", no qual os elétrons permanecem girando;

  • Os tubos de vácuo onde os elétrons "fluem", feitos de ligas de cobre e prata, específicos para cada parte do acelerador;

  • As "linhas de luz", que direcionam os elétrons para os elementos óticos, nos quais as frequências de trabalho são selecionadas;

  • A importância do Sirius como projeto estruturante para a pesquisa e para as novas tecnologias no Brasil.

Emissões do tipo síncrotron produzidas por fenômenos naturais também são estudadas com a Radioastronomia. Emissões de rádio podem ser produzidas em ambientes com intensos campos magnéticos por processos que aceleram elétrons, como os cientistas registram na magnetosfera do planeta Júpiter.

Crédito do vídeo: Alexandra Makowski

Para saber mais:

LNLS - Laboratório Nacional de Luz Sincrotron - Sirius

Podcast - Revista Pesquisa FAPESP

#Síncrotron #Sirius #Educação

4 visualizações

Salvador - Bahia - Brazil

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey

© 2016 por Marcelo. Orgulhosamente criado com Wix.com