top of page
  • Marcelo

OSIRIS-REx busca evidências de água no asteroide Bennu


Dados obtidos a partir dos espectrômetros da espaçonave OSIRIS-REx, o OSIRIS-REx Visible and Infrared Spectrometer - OVIRS (Espectrômetro Visível e Infravermelho) e o OSIRIS-REx Thermal Emission Spectrometer - OTES (Espectrômetro de Emissão Térmica), revelam a presença de moléculas que contêm átomos de oxigênio hidrogênio ligados, conhecidos como “hidroxilas”. De acordo com a equipe de pesquisadores da NASA, há a possibilidade de que tais grupos de hidroxilas existam globalmente no corpo do asteroide, em minerais do tipo argila, o que significa que, em algum momento de sua história, o material rochoso de Bennu interagiu com a água. Eles ressaltam, no entanto, que o asteroide Bennu é muito pequeno - cerca de 500 m de diâmetro - para abrigar água líquida. De acordo com a NASA, a descoberta indicaria que a água líquida estava presente em algum momento no corpo de um asteroide maior do qual Bennu se originou.

Crédito do vídeo: NASA Video.

1 visualização0 comentário
bottom of page