• Marcelo

A descoberta das emissões de rádio de Júpiter


Vídeo editado por Courtney Coombs, da Riderwood TV, que produziu uma série sobre locais históricos em Mariland (EUA). Este, em especial, documenta a descoberta dos sinais de rádio comprovadamente gerados em outro planeta, por processos naturais, ampliando nosso entendimento do Sistema Solar.

"Em 1955, os cientistas Bernard Burke e Kenneth Franklin, da Carnegie Institution of Washington, acidentalmente descobriram ondas de rádio de Júpiter, produzidas por processos naturais, usando um arranjo de antenas [ocupando uma área de] de 96 acres. Esta descoberta levou a grande entendimento dos campos magnéticos e dos plasmas planetários e abriu uma nova janela para a nossa exploração do Sistema Solar" (Maryland Historical Trust/State Highway Administration - em tradução livre).

Enquanto monitoravam sinais de rádio na direção da Nebulosa do Caranguejo, Burke e Franklin, inesperadamente captaram sinais que pareciam ser interferência, mas, depois de meses de análise, confirmaram ser provenientes do planeta Júpiter, que estava na mesma localização do céu para onde eles apontavam o arranjo de antenas. Eles chegaram a pensar que fossem gerados por descargas atmosféricas no planeta, como ocorre na terra, mas, como explica no vídeo Dr. Leonard Garcia, do Goddard Space Flight Center, são produzidos pela interação de partículas carregadas com o intenso campo magnético de Júpiter. Os estudos dessas interações, por meio das ondas de rádio, permitem-nos, indiretamente, entender o que ocorre no interior do planeta.

Crédito do vídeo e da imagem: Riderwood TV/Courtney Coombs.

Para saber mais: Radio JOVE.

#Radioastronomia #Júpiter #RadioJoveProject

6 visualizações

Salvador - Bahia - Brazil

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey

© 2016 por Marcelo. Orgulhosamente criado com Wix.com