• radioastronomia

Monitorando raios com o VLF-3 do Inspire Project

Atualizado: 27 de abr.


Nos dias 15 e 16/04/2022, na região nordeste da Bahia, o tempo estava chuvoso. Utilizando o receptor VLF-3 (The Inspire Project), foi possível ouvir na faixa de rádio em VLF (Very Low Frequency, abaixo de 30 kHz) os efeitos das descargas atmosféricas, mesmo distantes do local de observação. O receptor possui filtros internos para minimizar interferências da rede elétrica de 50/60 Hz e de emissoras de rádio em frequências mais altas, AM e FM etc. Ainda assim, nas gravações realizadas, há a presença de alguns sinais interferentes. Entretanto, no vídeo anexo, temos a gravação de Sferics (o sinal eletromagnético sem dispersão relevante em suas frequências, que pode ser percebido como o som dos estalidos abruptos) e de poucos Tweeks (quando o sinal eletromagnético captado pelo receptor já possui alguma dispersão nas frequências, que pode ser percebida no áudio como o som de breve assobio).



A sessão de observação de rádio ocorreu em 15/04, à noite e 16/04/2022, de manhã. Foi usada uma pequena antena telescópica (não a antena loop, como já registrado em outras observações, em local de alta interferência, RFI, radio frequency interference), bem como conexão à terra. O local era distante de centros urbanos e, apesar de haver rede elétrica próxima, em alguns pontos específicos havia menos RFI.


Receptor VLF-3 com antena telescópica
Receptor VLF-3 com antena telescópica

O programa Spectrum Lab foi o analisador de espectro utilizado para visualizar os componentes de frequência versus tempo. Em certos sinais pode-se perceber como parece haver mais concentração de energia acima de 5 kHz.


Por coincidência, para ilustrar visualmente a emissão das descargas atmosféricas do dia 15/04/2022, há um ótimo registro fotográfico de raios da tempestade na página do Instagram de Dawson Queiroz (link na imagem), que gentilmente autorizou a publicação de uma das imagens. De acordo com sua publicação, as fotos foram realizadas na região em direção a Araci e Tucano, no interior da Bahia.


Crédito da imagem: INPE/ELAT.

O INPE possui uma página dedicada a monitorar em tempo real a incidência dos raios. No dia 16/04/2022 ainda havia bastante atividade atmosférica, conforme a figura demonstra.

Crédito das imagens:

Dawson Queiroz: que gentilmente autorizou mencionar o seu trabalho publicado no Instagram.

INPE/ELAT: captura de tela do mapa de raios na região da Bahia.


Para saber mais:

INPE/ELAT.

VLF Inspire Project.


#VLF #VLFInspire #Educação #INPE


14 visualizações0 comentário