• radioastronomia

NCLE - Radioastronomia na Lua

Atualizado: 6 de Dez de 2019




Finalmente, após mais de um ano de espera, foram acionadas as antenas do The Netherlands-China Low Frequency Explorer (NCLE). O dispositivo de radioastronomia em baixas frequências (80 kHz a  80 MHz) integra o satélite chinês Queqiao que retransmite sinais de rádio das sondas localizadas no lado oculto da Lua para a Terra. São três antenas de 5 m de comprimento, cada, que estão aptas a captar sinais relativamente intensos do Sol ou Júpiter, por exemplo, além de sinais mais fracos, remanescentes de eventos que ocorreram há mais de 12 bilhões de anos, nos primórdios da formação do Universo. Duas das antenas não atingiram a extensão total de 5 m, alcançando apenas 2,1 m de comprimento. Antes de serem estendidas, as antenas permaneceram por mais de um ano retraídas, à espera da oportunidade de quando a missão principal chinesa - do jipe robô Chang'e-4 - possibilitasse o tempo necessário às demais pesquisas auxiliares serem iniciadas. As observações radioastronômicas ocorrerão no período em que os robôs do solo lunar estiverem inativos, no tempo de uma noite na Lua, de 14 dias terrestres.


Para saber mais: https://www.ru.nl/english/news-agenda/news/vm/imapp/astrophysics/2019/dutch-antennas-unfolded-behind-moon/ https://www.isispace.nl/projects/ncle-the-netherlands-china-low-frequency-explorer/ https://spectrum.ieee.org/tech-talk/aerospace/astrophysics/pioneering-astronomy-experiment-begins-beyond-the-moon?sfns=mo


Crédito da imagem: NCLE.


#Radioastronomia

6 visualizações

Salvador - Bahia - Brazil

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey

© 2016 por Marcelo. Orgulhosamente criado com Wix.com